Polícia cumpre mandado de busca e apreensão contra falsa advogada em Itajubá

Em Itajubá, a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa de uma mulher de 37 anos que é suspeita de se passar por advogada na cidade. De acordo com a polícia, as investigações começaram no mês passado após denúncia realizada pela Sub-Seção da OAB na cidade. O mandado foi cumprido nesta sexta-feira(05).

De acordo com o delegado Kalil Ribeiro Dias, o celular da suspeita foi apreendido e foram constatadas conversas que comprovavam a maneira de se passar por advogada.

“A Polícia Civil deu cumprimento ao mandado de busca e apreensão, com o objetivo de investigar uma mulher suspeita de falsificação de documento, prática de estelionato, onde ela estaria se passando por advogada. Inclusive ela teria se apossado dos dados de uma advogada regularmente constituída na OAB. Se apresentando como advogada cometendo diversos delitos na cidade. Apreendemos o aparelho celular da investigada, onde constam diversas conversas em que ela se apresenta como advogada, além de procuração de clientes e recibos a possíveis clientes”, falou.

O delegado também destacou que, no aparelho, foi constatada a carteira da OAB falsificada utilizada pela suspeita.

“Foi encontrado também no aparelho da investigada, que um indivíduo teria falsificado uma carteira da OAB com os dados da investigada”, disse.

Após o cumprimento do mandado, a mulher foi convidada a ir até a delegacia. No local, segundo a Polícia Civil, ela assumiu a autoria dos crimes.

“Durante a busca realizada na casa da suspeita, a mesma foi convidada a vir à delegacia para prestar declaração. Durante a declaração, realmente assumiu os crimes amputados a ela”, pontuou o escrivão da Polícia Civil, Marcos Antônio Clemente dos Santos.

Segundo a polícia, a suspeita se apresentava como advogada e conseguia clientes na área cível e criminal. A falsa advogada recebia pelos serviços prestados, conforme a polícia.

A suspeita chegou a visitar um preso em Itajubá. Conforme a Polícia Civil, isso foi possível após ela se apresentar com outro nome, desta vez, o de uma advogada de São Paulo.

G1 Sul de Minas

oferecimento impact

Esse post foi publicado em Notícias Policiais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s