Polícia e MP desarticulam quadrilha do falso empréstimo consignado

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – regional de Pouso Alegre, e a Polícia Militar (PMMG) deflagraram na manhã desta segunda-feira(06), a Operação Crédito Fácil.

img20220606161712destaqueBlog

A ação cumpre dois mandados de prisão temporária e oito de busca e apreensão para desarticular um grupo ligado a fraudes em empréstimos consignados, com prejuízos tanto a aposentados e pensionistas quanto a instituições financeiras.

Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Pouso Alegre e Cássia, no Sul de Minas, e Franca, no estado de São Paulo.

De acordo com as apurações, a quadrilha agia a partir do vazamento de bancos de dados do INSS. Os investigados utilizavam cópias digitais dos documentos de aposentados e pensionistas para contratar empréstimos consignados. As investigações apontam que, para fraudar as instituições financeiras, eram utilizadas fotografias no estilo “selfie”, falsas, obtidas na internet.

O valor do prejuízo causado é estimado em mais de R$ 3 milhões, prejudicando instituições financeiras e centenas de aposentados.

Participaram da operação seis promotores de Justiça, integrantes dos Gaecos de Pouso Alegre, Passos, Varginha e Franca, quatro servidores do MPMG, além de 31 policiais militares de Minas Gerais e de São Paulo.

O MP marcou uma coletiva de imprensa para as 11h desta segunda-feira, para revelar o andamento da operação e prisões realizadas.

TV Minas

auge ofere

Esse post foi publicado em Notícias Policiais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s