Guarda Civil Municipal apreende menor por ameaça e resistência

A Guarda Civil Municipal de Santa Rita do Sapucaí, durante patrulhamento preventivo conforme ordem de serviço (23/12), foi informada por populares através de contato comunitário, que havia numa determinada praça pública, um elemento portando drogas e de posse de uma faca.

De posse das características, roupa escura e de bicicleta, a GCM no deslocamento, deparou com o suspeito numa rua próxima, com as mesmas características.

Após a abordagem, sendo nada de ilícito encontrado, o suspeito veio à ameaçar os filhos dos agentes, “a gente do crime não temos nada à perder e vocês têm filhos”, de imediato à ameaça, foi dado voz de apreensão, pois tal elemento é menor e conhecido do meio policial e com várias passagens.

O detido então começou resistir à apreensão, onde conseguiu evadir, sendo alcançado, indivíduos não identificados tentaram retirar o apreendido da posse dos Guardas, onde foi necessário o uso do spandidor de pimenta.

Diante o ato infracional, os direitos foram preservados, acionado seu pai, que não apoiou tal ação do, que repudiou, onde acompanhou seu filho no Pronto Atendimento Municipal, onde foi gerado um prontuário, na presença da Polícia Militar.

Relatou se que estava na praça, mas nada de ilícito foi encontrado, após o registro do REDS na Polícia Militar por ameaça e resistência, tendo ocorrido em ato infracional análogo aos crimes acima citados, encaminhado à Delegacia de Polícia de Pouso Alegre, apresentado à ocorrência ao delegado de plantão.

O crime de ameaça é previsto no artigo 147 do Código Penal e consiste no ato de ameaçar alguém, por palavras, gestos ou outros meios, de lhe causar mal injusto e grave e, como punição, a lei determina detenção de um a seis meses ou multa.

Resistência, de acordo com o Código Penal Brasileiro, é um crime praticado pelo particular contra a Administração Pública. Consiste em opor-se à execução de ato legal, mediante violência ou ameaça a funcionário competente para executá-lo ou a quem lhe esteja prestando auxílio.
Pena: Detenção, de 2 meses a 2 anos

Guarda Civil Municipal agindo na prevenção.

VTR 04, GCM Ortega e GCM Guimarães.

Sobre Giácomo Costanti

Email: contato@valeindependente.com.br
Esse post foi publicado em Notícias Policiais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s