Romeu Zema faz nova entrega de respiradores a cidades do interior de Minas

Equipamentos vão ampliar capacidade da rede de Saúde para enfrentamento à covid-19 no estado

O governador Romeu Zema entregou nesta sexta-feira (24/7), em Manhuaçu, macrorregião de Saúde Leste do Sul, dez respiradores invasivos, dez monitores e um cardioversor, além de uma ambulância. Os equipamentos serão destinados ao Hospital César Leite. Com essas entregas, o Governo de Minas possibilitará a abertura de mais 30 leitos de UTI-Covid.

De acordo com o governador, nos últimos quatro meses o Estado vem tomando medidas para fortalecer o sistema de Saúde em Minas. “Conseguimos ampliar em todo o Estado mais de 1,5 mil leitos de UTIs. Este número continuará subindo. Somente neste mês aumentamos, por dia, uma média de 15 leitos frente aos dez dos meses anteriores”, explicou.

Já o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, afirmou que, para uma das medidas para enfrentar os problemas estruturais decorrentes da doença em todo o mundo, é a ampliação de leitos. “Em Minas não tivemos expansão do número de casos acompanhado de desassistência, como aconteceu no Rio de Janeiro, Amazonas e na Itália”, argumentou.

Trabalho intensificado

Zema ressaltou que o Governo de Minas trabalha de forma intensificada desde o início da pandemia, em março. E alertou que, mesmo atingindo o platô, quando o número de casos se torna mais elevado e assim se mantém por um período, a população deve continuar tomando os devidos cuidados e as autoridades devem se manter em alerta. “Ainda não sabemos se teremos que conviver com uma segunda onda da doença”, avisou.

O Estado já havia disponibilizado a Manhuaçu dez respiradores, dois cardioversores e dez monitores multiparâmetros, além de mais de 500 mil equipamentos de proteção individual (EPIs), entre máscaras, luvas, aventais, protetores faciais que foram distribuídos para hospitais covid, Capes e Unidades Básicas de Saúde, em toda regional de Manhuaçu.

Vale do Aço

Também nesta sexta-feira, o governador Romeu Zema entregou, em Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, dez respiradores para equipar o Hospital Dr. José Maria de Morais. Os aparelhos vão possibilitar a abertura de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para ampliar a capacidade de atendimento a pacientes da covid-19 no município e região.

Ao todo, o Governo de Minas já destinou a Coronel Fabriciano 19 respiradores e sete monitores multiparâmetros para auxiliar no enfrentamento ao coronavírus na cidade.

Em todo o estado, foram adquiridos 1.047 respiradores que estão sendo repassados aos municípios.

Fotos: Manhuaçu – Pedro Gontijo / Cel. Fabriciano – Gil Leonardi

Garantia de assistência

Durante a entrega, o governador lamentou os óbitos causados pela pandemia e reforçou o esforço da gestão para ampliar o número de leitos e garantir assistência para todos os mineiros.

“Estou aqui por um motivo triste, devido a uma pandemia. A inauguração desses leitos é fruto do nosso trabalho para reduzir os impactos da doença. Apenas nessa regional de Saúde nós já conseguimos ampliar mais de 150 UTIs. No estado todo, desde o início da pandemia, nós criamos mais de 1,5 mil leitos de UTIs. Boa parte deles será incorporada definitivamente e aquelas regiões que tinham certo déficit assistencial vão passar a contar com um número maior, mesmo quando tudo isso passar”, afirmou.

Ele também comentou que é fundamental a ajuda da população para que o estado alcance o declínio da curva de casos e óbitos o quanto antes.

“Minas vem fazendo um excelente trabalho, mas precisamos lembrar que estamos lidando com algo imprevisível. Tivemos em alguns lugares do mundo uma segunda onda e não estamos dando a batalha por finalizada. A guerra ainda pode ser muito longa. Em alguns momentos, temos que tomar medidas que desagradam boa parte da população, mas é sempre pensando na saúde dos mineiros. Estou otimista e agradeço o empenho de todos. Todos nós temos que nos esforçar em um momento como este”, disse.

Minas Consciente

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo, lembrou que os protocolos do plano Minas Consciente, criado pelo Governo de Minas para garantir a retomada responsável da economia, estão sendo revistos para atender melhor às necessidades das cidades.

“Estamos em franca revisão do plano. É importante lembrar que foi o primeiro programa do Brasil com essa visão de um isolamento coordenado. Hoje, com mais de 12 semanas de implementação, passamos por um momento de aprendizagem, de ver as dificuldades e os acertos. Entendemos que acertamos muito. Mas se, de fato, o pior estiver passando, se a epidemia começar a cair um pouco, há a necessidade de começarmos a caminhar em uma velocidade adequada a esse novo momento”, afirmou.

Também participaram do evento o prefeito de Coronel Fabriciano, Marcus Vinícius da Silva; a secretária municipal de Saúde e diretora do Hospital, Kátia Barbalho Diniz Costa; a deputada federal Alê Silva; o presidente da Câmara Municipal, Adriano Martins; e o superintendente regional de Saúde de Coronel Fabriciano, Ernany de Oliveira Junior.

Investimentos

Em quatro meses de pandemia, o Estado de Minas Gerais já repassou pouco mais de R$ 1 bilhão para estruturar a assistência de Saúde nos municípios mineiros. O montante investido é referente a compras de equipamentos, insumos e aparelhos fundamentais para uma melhor condição de atendimento.

Equipar a rede pública é a prioridade do governo, tanto como estratégia para enfrentamento da doença no estado quanto como ação de responsabilidade fiscal.

Esse post foi publicado em Noticias de Minas Gerais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s