RECEITA DE SER HUMANO

Sandro Mendes

Do que é feito um homem, além de carne, ossos, nervos, cartilagens e sangue?

Suponhamos que houvesse uma receita para se construir um homem.
Começaríamos com uma xícara de coragem. É preciso ter muita coragem no dia a dia.
Misture a isso duas colheres de sonhos. Sem os sonhos não se vai adiante.

Mas acrescente também duas colheres de decepções e desilusões. Sem isso o homem não será maduro o suficiente, será um sujeito meio “sem sal”, como dizem. Decepções e desilusões são um tempero essencial. Acrescente também meio litro de experiências.

Isso irá endurecer a massa.

Em seguida acrescente 200 gramas de amor e 200 gramas do sentimento da amizade e esse homem será mais leve. Adicione uma xícara de boas lembranças. Isso tornará o homem mais doce. Afinal, do que é feito um homem, senão de suas lembranças?

Adicione também 100 gramas de saudade e de tristeza em seu coração, visto que o mundo não é apenas um canteiro de flores e a massa precisa ser forte.

Coloque uma pitada de medo, porque há que se evitar o perigo desnecessário. Acrescente duas xícaras de alegria e ironia, pois a bem da verdade a vida não passa de uma grande piada, uma estranha brincadeira a que fomos submetidos. Não se pode levá-la tão a sério.

Acrescente quatro colheres (sopa) de serenidade, uma vez que é preciso tê-la em momentos como aquele em que um jumento lhe dá uma fechada no trânsito.

Acrescente 100 gramas de dúvidas, porque nem tudo que os governos, as religiões, a mídia e outros poderes nos dizem é verdadeiro.

Misture bem. O homem estará pronto, esse animal bípede da ordem dos primatas, mamífero, com inteligência dotada da faculdade de abstração e generalização  e capacidade para produzir linguagem articulada.

Mas o que importa é o interior do homem, sua essência, essa mistura complexa que define esse ser espetacular, contraditório, bom e ruim, que acolhe e que repele dependendo da receita que lhe originou.

Às vezes a receita desanda, o cozinheiro erra na mão. Os ingredientes são os mesmos, mas as porcentagens são diferentes para cada homem.

Descobrir a si mesmo, qual é sua própria receita, eis o grande desafio de nossa existência.

Sandro Mendes

Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s