Paciente só vai para UTI após mandado judicial

Em Santa Rita do Sapucaí, a família de duas vítimas de acidente automobilístico teve que entrar na justiça para que as mesmas pudessem ser transferidas para a UTI em Pouso Alegre.

As pacientes Marilza Helena da Silva e Maria de Lourdes da Silva estavam aguardando vagas em UTI após terem sido vítimas em um acidente automobilístico na BR 459 próxio ao Loteamento São José.

A família teve que procurar o advogado Benedito Galvão Ribeiro do Vale Júnior, para que esse entrasse com um pedido judicial para que as mesmas pudessem ser transferidas para o Hospital das Clínicas Samuel Libânio.

O juiz de direito Dr Mário Lúcio Pereira concedeu o mandado e intimou o Diretor do Hospital Sr Flávio Galvão Lima a receber as pacientes na UTI do referido hospital, sob pena de responsabilidade civil e criminal caso as transferências não ocorressem.

Somente após a concessão do mandado foi que a paciente Maria de Lourdes da Silva foi transferida para a UTI em Pouso Alegre, segundo informações do Hospital Antônio Moreira da Costa a paciente Marilza Helena da Silva não necessitava mais de atendimento em UTI, permanecendo no hospital de nossa cidade.

 

Esse post foi publicado em Justiça. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s