Restos mortais de coronel do Exército que morreu há 2 anos são furtados do Cemitério de Pouso Alegre

Restos mortais de um coronel do Exército que foi sepultado há 2 anos foi furtado do Cemitério Municipal de Pouso Alegre. A suspeita é que o furto tenha ocorrido entre a noite desta terça-feira (21) e a madrugada desta quarta (22). Um outro jazigo onde está sepultado uma mulher também foi violado.

furtacorpo

A informação foi divulgada inicialmente pelo Portal Terra do Mandu e confirmada pelo g1. Depois que o furto foi descoberto por funcionários, a gerência do cemitério acionou a Polícia Militar e a família dona do jazigo.

furtacorpo2

Segundo informações do boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, dois jazigos foram violados, sendo que um deles, onde estava sepultado o Coronel José Delfino da Costa, que morreu no dia 9 de junho de 2020, aos 87 anos, teve a ossada furtada.

A suspeita da administração do cemitério é que indivíduos não identificados tenham pulado o muro dos fundos do cemitério, tendo acesso ao local. Eles ainda teriam usado provavelmente um pé de cabra para remover o mármore de cima e depois ainda quebraram a parede do túmulo.

O túmulo de uma outra mulher, que faleceu em 1995, também foi violado. No entanto, conforme a polícia, a administração do cemitério informou que o ladrão teria revirado os ossos, mas não foi possível afirmar se algum deles foi levado.

A suspeita é que o autor ou autores do furto tenham fugido com os ossos pelos fundos do cemitério. Por enquanto, ninguém foi preso.

G1 Sul de Minas

Familia Ferreira ofere

Esse post foi publicado em Notícias Policiais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s