Mãe de bebê encontrado morto em córrego é localizada em ônibus a caminho e presa

A Polícia Civil de Três Pontas, identificou, na manhã desta segunda-feira(04), a mãe do bebê jogado em um córrego na cidade. Prints de conversas nas redes sociais foram divulgados. A mulher revelou que está com medo e que fugiria para São Paulo.

Segundo a Polícia Civil, a mulher foi identificada após uma denúncia anônima. A mãe do bebê teria confidenciado a informação a uma pessoa, que fez a denúncia. Até então, a família da mulher não sabia da gravidez.

A polícia foi até a casa da suspeita, que não foi encontrada. No imóvel, os investigadores apreenderam roupas sujas de sangue e remédios para enjoo, que seriam usados para disfarçar a gravidez.

De acordo com a Polícia Civil, após toda repercussão do caso, ela tentava ir para São Paulo de ônibus.

Segundo a PRF, com as informações sobre o possível assento a identificação do ônibus em que ela estaria, a equipe iniciou o rastreamento do veículo e conseguiu realizar a abordagem no km 30 da rodovia Fernão Dias, no município de Bragança Paulista. Dentro do veículo os policiais localizaram a mulher de 23 anos, que, conforme a PRF, confessou o crime e acabou detida.

Prints de conversar da suspeita com uma amiga revela o medo da suspeita. “Tenho tanto medo de morrer na cadeia”, disse suspeita.

img20220405004058destaqueBlog

A amiga questiona a mulher como que ela fez tudo sozinha. “Nem sei como tive forças e coragem. Nasceu, eu sentir a dor e nasceu. Eu mexi nele, não tava respirando. Todo roxo. Puxei o neném, arrebentou, eu acho”, respondeu mulher nas redes sociais.

Na conversa, a informação de que a família não sabia do caso é confirmada. A suspeita diz que é perigoso ir para a casa da mãe e ainda usou o termo “moiado”. A amiga da suspeita fez conselhos para que ela se entregasse, pois a polícia está investigando o caso e verificando as  câmeras de segurança.

Ainda de acordo com polícia, a suspeita tem passagens por uso de drogas, mas não tem histórico de depressão. A mulher deve responder por infanticídio e ocultação de cadáver.

helen ofere
Esse post foi publicado em Notícias Policiais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s