Governo de Minas disponibiliza nova funcionalidade no Portal de Compras 

Recurso permite realizar procedimentos eletrônicos que geram receita para o Estado

Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), por meio do Centro de Serviços Compartilhados (CSC), acaba de disponibilizar, no Portal de Compras MG, uma nova funcionalidade que permite aos órgãos e entidades realizarem pregões na forma eletrônica, sob o critério de julgamento de maior oferta.

O novo recurso poderá ser utilizado para a realização de procedimentos que revertam receitas para o Estado, como os de cessão onerosa e permissão de uso de bens e serviços públicos.

“Viabilizar a realização dos pregões de maior oferta na forma eletrônica traz ganhos tanto para o Estado quanto para a sociedade. Temos, além de um procedimento mais célere por conta do uso da tecnologia, uma maior amplitude de divulgação e participação dos fornecedores interessados, que não precisarão mais se deslocar fisicamente para os pregões. Isso também significa mais transparência para a sociedade, que pode acompanhar todo o registro dos atos e decisões por meio do Portal”, destaca o subsecretário do Centro de Serviços Compartilhados (CSC), Rodrigo Matias.

Com essa nova funcionalidade no Portal de Compras, os procedimentos passarão a ser realizados integralmente no formato eletrônico.

Gestão de imóveis

Em 2021, a Seplag, por meio do CSC, começou a implementar a Política de Gestão de Imóvel (PGI). O objetivo é melhorar o aproveitamento e a destinação dos imóveis estaduais e, com isso, reduzir despesas, ampliar receitas e conferir eficiência e eficácia à gestão do patrimônio imobiliário do Estado.

Ainda no módulo do pregão eletrônico, foi disponibilizada uma alteração que proporcionará mais agilidade e apoio aos pregoeiros na análise de pedidos de exclusão de lances, pelos licitantes, durante o pregão.

Já no módulo execução de despesa, foram inseridos novos campos de preenchimento obrigatório no cadastro de conformidades. Será preciso especificar, por exemplo, mês e ano de competência da despesa a ser liquidada, além da data de previsão de pagamento, aprimorando a geração de informações sobre o gasto público por meio das compras.

Esse post foi publicado em Noticias de Minas Gerais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s