Homem que mantinha ex-mulher e filho em cárcere privado é morto por policial militar em Caxambu

Um homem de 27 anos foi morto a tiros por um policial militar em Caxambu, na noite desta segunda-feira(29), após agredir o PM durante uma ocorrência. Elton Felipe de Oliveira da Silva é suspeito de manter a ex-mulher, de 19 anos, e o filho do casal, de 01 ano e 08 meses, em cárcere privado, inclusive descumprindo medida protetiva.

Segundo a PM, os policiais foram até a casa do suspeito após uma denúncia anônima; no local, questionaram o homem sobre a presença da mulher, que negou que ela estivesse lá.

Em seguida, a PM foi até a casa da mãe da vítima e enquanto conversava com ela, recebeu a informação que o homem estaria agredindo a vítima na casa dele e que ela gritava por socorro. Ao retornar para a casa do suspeito, um dos policiais foi agredido e atirou contra o rapaz.

“O autor se mostrava bastante exaltado e dizia que ninguém entraria no imóvel. Diante da situação, um dos militares pulou o portão na tentativa de socorrer a vítima. O pai do autor estava na casa, interveio na ação e o jovem tentou pegar a arma do policial, que conseguiu se desvencilhar e realizou um disparo contra o abdômen do autor para impedir a injusta agressão”, explicou a PM, em nota.

Esse post foi publicado em Notícias Policiais. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Homem que mantinha ex-mulher e filho em cárcere privado é morto por policial militar em Caxambu

  1. F.Leandro R do vale disse:

    Em vez de dar voz de prisão ao PM deveriam ter dado os parabéns pra ele pelo bom trabalho….graças a ele essa mulher não virou mais uma vítima desses covardes..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s