Governo de Minas lança TecPop e implementa inclusão digital no estado

Novo programa  disponibiliza dois mil notebooks e cem gabinetes de armazenamento e recarga para prefeituras

Governo de Minas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede) e da Subsecretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, lança, nesta quinta-feira (25/11), o programa TecPop Minas, ampliando as políticas de inclusão digital e capacitação profissional no estado. Na oportunidade, será apresentado o edital de chamamento para que prefeituras interessadas possam se inscrever, até 9/12, na ação do programa TecPop Minas que irá disponibilizar dois mil notebooks a serem distribuídos para cem prefeituras do estado.

O programa TecPop Minas foi instituído pelo Decreto Estadual 48.305, de 23/11/2021. De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, a iniciativa tem a missão de democratizar a tecnologia, o empreendedorismo e o conhecimento para a população mineira.

“Em um mundo cada vez mais conectado, em contraponto à realidade brasileira de acesso restrito à internet e a equipamentos tecnológicos, o Governo de Minas avança para viabilizar o TecPop Minas, projeto que democratiza o uso da tecnologia, propondo não somente a interação entre os cidadãos, mas, principalmente, servindo como ferramenta para qualificação profissional e, consequentemente, para a inserção no mercado de trabalho”, enfatiza o gestor da pasta.

Alta capilaridade do programa

O TecPop Minas chega para ampliar a disponibilidade de cursos e conteúdos tecnológicos gratuitos para a capacitação profissional de cidadãos, empreendedores e prefeituras que desejam utilizar o portal web do projeto para potencializar a política de inclusão digital e capacitação profissional. As formações serão disponibilizadas em um ambiente virtual de aprendizagem de acesso livre.

Aprimoramento do projeto Rede Uaitec

O TecPop Minas consolida o aprimoramento do projeto Rede Uaitec, política de inclusão digital e capacitação profissional executada pela Sede desde 2013. A Rede Uaitec foi concebida a partir do extinto programa de Centros Vocacionais Tecnológicos (CVT), que beneficiou centenas de municípios mineiros com a implantação de unidades tecnológicas. A partir de 2013, o Governo do Estado de Minas Gerais implantou cerca de 120 unidades para estruturação da rede física, que eram gerenciadas e custeadas pela Sede.

Fortalecimento de parcerias

Com a substituição do projeto Rede Uaitec, a gestão da rede física de unidades deixa de ser executada pela Sede e passa a ser gerida por prefeituras. Para o Subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Felipe Attiê, o TecPop Minas inaugura uma nova fase do desenvolvimento de inclusão digital no estado por meio do fortalecimento de parcerias junto aos municípios. A descentralização busca garantir mais eficiência e economia nas ações de política pública.

“Acreditamos nas prefeituras como grandes parceiras do sistema de desenvolvimento econômico. É importante destacar que o momento ímpar em que vivemos, com a necessidade de retomada das atividades econômicas, não acontecerá sem que todos os mineiros estejam conectados à tecnologia. A pandemia de covid-19 escancarou a necessidade e a importância do acesso à internet e de estarmos preparados para lidar com a era digital”, acrescenta o subsecretário.

Edital de chamamento

Entre os benefícios do novo programa está o lançamento do edital de chamamento para que prefeituras interessadas possam se inscrever, até 9/12/2021 na ação de inclusão digital e de capacitação profissional do Tecpop Minas. A iniciativa será financiada com recursos provenientes do programa #AceleraMinas, responsável pela execução da política pública de ciência, tecnologia e empreendedorismo no Governo de Minas.

Quem pode participar

A participação da prefeitura municipal no edital está vinculada ao cadastro como usuário externo no Sistema Eletrônico de Informações do Governo de Minas Gerais – SEI!MG. O município interessado deve se cadastrar conforme instruções contidas neste link .

Um total de cem prefeituras municipais, que preencherem ficha de inscrição do edital e obtiverem maior pontuação, terão acesso a dois mil notebooks, sendo 20 computadores para cada cidade. Podem participar do edital municípios mineiros que tenham até 110 mil habitantes e que possuam estrutura física mínima e adequada do imóvel disponível para a execução do programa.

Abrangência de público-alvo

As propostas apresentadas pelos municípios interessados devem conter ações de inclusão digital, de modo a garantir o acesso da população aos equipamentos doados.  A abrangência do público-alvo e a capacitação profissional apresentada pelo município proponente serão avaliadas. Quanto maior o número de pessoas e grupos sociais (crianças, idosos, mulheres, jovens, entre outros) beneficiados, melhor pontuação a cidade terá.

Atividades propostas

As atividades propostas pelos municípios devem estar em consonância com as diretrizes do programa Tecpop Minas. Outro critério diz respeito à disponibilidade dos equipamentos ao público. Nesse quesito, será avaliada,  a quantidade de dias e horários que os equipamentos estarão disponíveis para a população, sendo a pontuação diretamente proporcional à maior disponibilidade.

A análise dos critérios está atrelada à pontuação dos itens supracitados pelos municípios que se inscreverem. O resultado provisório de classificação dos municípios selecionados será disponibilizado no site da Sede e no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais.

ofere-action-01-1

Esse post foi publicado em Noticias de Minas Gerais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s