Nova diretoria da Academia de Letras toma posse para os próximos dois anos

A nova diretoria da Alca – Academia de Letras, Ciências e Artes de Santa Rita do Sapucaí tomou posse no último dia 28 de setembro em uma cerimônia discreta na residência do novo presidente – acadêmico Ronaldo de Azevedo Carvalho. Compareceram à solenidade vários acadêmicos e autoridades – Giácomo Henrique Costanti representou o prefeito municipal Wander Wilson Chaves. Ronaldo Carvalho tem 79 anos e é membro fundador da Academia. Ele já ocupou a presidência da Instituição por dois mandatos: 1992-1993 e 1994-1995. Em seu retorno à presidência após 27 anos, Carvalho vai encontrar uma Academia renovada, já que muitos da formação original de 1985 já faleceram.

A partir da esq., Giácomo Constanti (representante do prefeito municipal), Ronaldo Carvalho – novo presidente da Alca, José Antônio Justino Ribeiro – presidente que deixa o cargo e José Francisco Rezek – membro correspondente da Academia.

No início da cerimônia ocuparam a mesa dos trabalhos o presidente que deixa o cargo – acadêmico José Antônio Justino Ribeiro, o presidente empossado, Giácomo Costanti e o acadêmico correspondente José Francisco Rezek. O discurso de abertura foi feito pelo presidente Justino Ribeiro. Em tom de despedida, Justino fez um resumo e avaliação dos dois mandatos em que esteve à frente da Entidade (2018-2019 e 2020-2021). Durante sua presidência o acadêmico fez menção à entrada de novos acadêmicos e chamou a atenção pelo fato de que todas as 40 cadeiras de membros efetivos estiveram ocupadas por um período durante sua gestão. O presidente que deixou o cargo também falou das atividades de extensão da Academia, fora das solenidades. Caso dos painéis de literatura, das sessões de cinema e lançamentos de livros. José Antônio Justino Ribeiro comentou também sobre as dificuldades que a Academia passou em decorrência da pandemia. Em 2020, a Alca não pode realizar nenhuma sessão solene. Ao final de sua explanação, ele agradeceu a todos os acadêmicos e desejou sorte ao presidente que toma posse.

Na sequência, foi assinado o Termo de Posse que registra oficialmente a transição das diretorias. Assinaram os titulares da diretoria que sai – Justino Ribeiro – presidente, Evandro Carvalho da Silva – primeiro secretário e Ândrea Pedroni Falsarella – primeira tesoureira; e os titulares da nova diretoria – Ronaldo Carvalho – presidente, Patrícia Aparecida Vigilato – primeira secretária  e Vladas Urbanavícius Jr. – primeiro tesoureiro.  Ândrea e Vladas não puderam comparecer à solenidade e vão assinar o termo posteriormente.

Ronaldo Carvalho em seu discurso de posse lembrou, como de costume em suas falas, da fundação da Academia a 28 de setembro de 1985. Como membro fundador, esteve presente na posse do primeiro presidente – Cyro de Luna Dias Jr. (já falecido) e falou da descrença dos primeiros anos e das dificuldades que a Alca enfrentou. Alguém na solenidade inaugural da Academia disse ao acadêmico Elias Kallás que a entidade não passava da segunda reunião, lembrou Carvalho deste episódio. Ronaldo Carvalho também exibiu uma foto em que cumprimenta sua mãe e idealizadora da Instituição – acadêmica Edméa Sodré de Azevedo Carvalho (já falecida) e um documento produzido quando era prefeito municipal em que sugeria a criação de uma academia de letras na cidade, ainda nos anos de 1970. Ronaldo Carvalho cumprimentou e parabenizou o ex-presidente José Antônio Justino Ribeiro pela sua gestão. Ao final de seu discurso chamou a atenção da necessidade dos acadêmicos de se fazerem presentes às reuniões e desejou sorte aos demais membros da nova diretoria que é composta ainda pelos acadêmicos Caio Nelson Vono de Azevedo – vice presidente, Maria Helena Brusamolin – segunda secretária, Décio de Almeida Azevedo – segundo tesoureiro e Evandro Carvalho – orador.

A Alca

A Alca foi criada em 1985, mas não com o nome que leva hoje – Academia de Letras, Ciências e Artes de Santa Rita do Sapucaí. Chamava-se Academia Santarritense de Letras e compreendia 30 cadeiras. Em 2005, sob a presidência do acadêmico Ramón Villar Paisal, a Academia passou por profundas mudanças. Além da mudança do nome, ela aumentou o número de cadeiras para 40 e criou a categoria de “membros correspondentes” com 20 cadeiras para santa-ritenses que residam em outras cidades. Além disso, também passou a permitir nomes ligados às artes e às ciências. Com o falecimento do acadêmico José Maria Silva e Souza, ocorrido em março, a Alca conta atualmente com 39 cadeiras ocupadas no quadro de membros efetivos.

Texto e foto: Evandro Carvalho, acadêmico e jornalista

Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s