Jequitibá de 300 anos é queimado em Conceição dos Ouros; prefeitura crê em incêndio criminoso

Um jequitibá de 300 anos foi queimado e acabou destruído em Conceição dos Ouros. A árvore caiu devido às chamas que a queimaram por dentro. A suspeita da prefeitura é que tenha sido um incêndio criminoso e a Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o caso.

A denúncia sobre foi recebida por um turista de São Paulo, que esteve no local no sábado. A árvore centenária ficava na trilha do jequitibá na Mata da Bexiga. Ele tinha cerca de 50 metros de altura e sete metros de diâmetro. Para abraçar a árvore era preciso sete pessoas.

j1

O jequitibá foi todo queimado e derrubado durante o fim de semana. Segundo a secretaria de meio ambiente, o fogo deve ter sido colocado especificamente na árvore, porque na vegetação em volta não já sinais de queimada.

“No sábado a tarde nós recebemos a denúncia por meio de um turista que veio visitar o local. Ele disse que o Jequitibá estava no chão e estava em chamas. A partir de então, entramos em contato com autoridades ambientais para tomas as devidas providências. Desde então, estão vindo para cá para fazer a perícia para descobrir o que ocorreu no local, com esse crime ambiental que chocou a cidade”, disse o diretor de Meio Ambiente da prefeitura, Ademir Vilas Boas.

j2

Conforme o diretor, alguém teria colocado substância inflamável dentro de um buraco que havia na árvore. O fogo consumiu o Jequitibá de dentro para fora, destruindo e derrubando a árvore.

“A árvore tinha uma lesão muito antiga, então, o autor aproveitou dessa lesão da árvore e colocou um produto dentro, vindo queimando aos poucos, o que ocasionou a queda dela”, explicou Vilas Boas.

A prefeitura afirma que há pouco tempo deu entrada em um processo de registro dos pontos turísticos do município e este jequitibá estava incluído neste plano. Ele não era tombado pelo patrimônio.

“Um prejuízo, porque tem um valor afetivo muito grande. Desde muito tempo a população frequenta esse local, tem esse amor pela árvore, esse valor ambiental pelos 300 anos. É uma árvore símbolo da Mata Atlântica, que para chegar a esse porte leva muitos anos. É um grande prejuízo ambiental, uma perda imensa e irreparável”, falou.

j3

Segundo a prefeitura, em média 20 pessoas visitavam por final de semana a árvore. O inquérito da Polícia Civil já foi aberto para apurar o incêndio. Câmeras de monitoramento da fauna podem ser usadas durante a investigação.

G1 Sul de Minas

bruno-transportes-ofere

Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s