Fábrica de capas é referência em vendas pela internet no Sul de Minas

Quando o assunto é venda pela internet, a Monshell-Car é referência no Sul de Minas: mais de 50% de seus produtos são comercializados via plataformas de comércio eletrônico, como Amazon, Americanas, Shopee, Magazine Luíza e Mercado Livre, e no e-commerce próprio, o site da loja.

Em Campo do Meio, a fabricação de capas para bancos de carros faz parte da tradição local. A produção começou de forma artesanal, cresceu aos poucos e tornou-se uma das principais atividades econômicas do município.

Os avós de Michell José Rúbia Oliveira estão entre os pioneiros: em 1998, começaram a trabalhar em casa e, com o crescimento do negócio, abriram a fábrica.  Naquela época, o neto só ajudava, mas, em 2011, ele descobriu que poderia comercializar os produtos da família pela internet, na plataforma digital do Mercado Livre. A ideia deu certo e motivou Michel a abrir sua própria loja. Em 2015, surgia a Monshell-Car.

Expansão

A empresa já nasceu digital e evoluiu, utilizando-se das várias plataformas e, também, do e-commerce próprio. As redes sociais são usadas para divulgação dos produtos: a loja está presente no Facebook e no Instagram, onde já tem quase 15 mil seguidores.

Familiarizada com a linguagem dos marketplaces, a Monshell-Car já estava preparada para atuar no ambiente digital e enfrentou os desafios da pandemia com relativa tranquilidade. Em 2019, já comercializava 50 unidades de capas por dia, on-line. Em março de 2020, nos primeiros dias de fechamento das atividades e de incertezas, as vendas caíram para menos de 10 capas/dia. Mas, pouco depois, quando os consumidores aderiram ao comércio eletrônico, as vendas explodiram e chegaram a 150 capas por dia. “A gente quase não deu conta de atender. Foi preciso contratar mais funcionários, mas não encontrava mão de obra”, lembra Michell.

Para atingir esses números, o empresário buscou o Sebrae Minas, por meio de cursos e capacitações e, especialmente, pelo programa Sebraetec, no qual ele participa pela quinta vez.

“A visão do empreendedor e a organização dos processos da empresa geraram esses resultados”, comenta a analista do Sebrae Minas Adaíby Gonçalves.

A empresa, que em 2015 tinha quatro funcionários e vendia 20 capas por dia,  conta hoje com mais de 50 colaboradores, entre diretos e indiretos, e espera crescer mais de 40% até o final deste ano.

Assim como o exemplo da Monshell-Car, a pesquisa Marketing Digital nos Pequenos Negócios, realizada pelo Sebrae Minas entre 8 e 20 de maio, apontou que 76% dos empreendedores acreditam que usar a internet para divulgar ou vender seus produtos e serviços foi essencial para a sobrevivência do negócio ao longo do último ano. “Acho que se não tivesse investido no marketing digital, a minha empresa não estaria onde está hoje. Estou muito satisfeito”, comemora Michell.

ASCOM SEBRAE MINAS

oferecimento impact

Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s