Suspeito de matar e roubar idoso de 75 anos é preso em albergue de Pouso Alegre um mês após o crime

A Polícia Civil prendeu um homem de 21 anos suspeito de matar um idoso de 75 anos em Carmo da Cachoeira. O crime foi cometido no dia 2 de janeiro deste ano e a prisão ocorreu nesta terça-feira(02), em Pouso Alegre. De acordo com a Polícia Civil, a vítima recusou dar dinheiro ao suspeito, que desferiu golpes com a própria bengala do idoso e levou R$ 10 que estavam ao lado da cama. O idoso chegou a ser socorrido, mas morreu dois dias depois.

De acordo com a Polícia Civil, desde o dia do latrocínio o suspeito estava foragido da cidade de Carmo da Cachoeira, e foi encontrado em Pouso Alegre, um mês depois, após serviço de inteligência dos investigadores.

No momento da prisão, conforme a polícia, o suspeito estava em um albergue da cidade de Pouso Alegre, onde é servida comida para pessoas carentes e em situação de rua. Ele apresentou aos policiais civis a carteira de identidade do irmão dele.

Após a prisão, o investigado foi levado à Delegacia Regional de Pouso Alegre, e em seguida, foi conduzido à Delegacia de Polícia de Elói Mendes, onde foi optou por permanecer em silencia quando seria interrogado.

O suspeito foi encaminhado ao Presídio de Elói Mendes, onde permanece preso temporariamente pelo prazo de 30 dias até o fim das investigações.

De acordo com a Polícia Civil, por volta das 5h de 2 de janeiro de 2021, o homem invadiu a casa de um idoso, em Carmo da Cachoeira, com a intenção de roubar. Quando o suspeito chegou no interior da residência, conforme a polícia, ele encontrou o idoso dormindo no quarto.

A Polícia Civil explicou que o suspeito exigiu do idoso que lhe desse tudo o que tinha em dinheiro, no entanto, a vítima se recusou. Com a negativa, a polícia revelou que o suspeito pegou a bengala que pertencia à vítima e desferiu golpes em sua cabeça do idoso. Logo em seguida, a Polícia Civil destacou que o homem colocou fogo na cama da vítima e fugiu do local levando R$ 10.

A vítima chegou a ser socorrida por vizinhos alguns minutos depois e levada ao hospital de Carmo da Cachoeira. Segundo a Polícia Civil, dois dias depois, o quadro evoluiu a óbito em decorrência de traumatismo cranioencefálico ocasionado pelos golpes praticados pelo autor.

G1 Sul de Minas

Esse post foi publicado em Notícias Policiais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s