Bombeiros retomam buscas por vítimas de cabeça d’água que atingiu complexo de cachoeiras

O Corpo de Bombeiros retomou neste domingo(03) as buscas por vítimas da cabeça d’água que atingiu um complexo de cachoeiras, entre São José da Barra e Capitólio (MG), na tarde de sábado(02). Pelo menos duas pessoas morreram após serem arrastadas e cinco ficaram ilhadas.

O helicóptero Arcanjo fez uma busca aérea pela manhã na tentativa de localizar alguma vítima, mas não obteve sucesso e retornou para Varginha. A equipe de mergulhadores esteve no local para as buscas. Bombeiros procuram por uma ou duas vítimas fatais, que provavelmente estão submersas no complexo de cachoeiras.

Segundo informações divulgadas pelo Corpo de Bombeiros, as buscas foram encerradas por volta de 16h devido ao risco de nova cabeça d’água no local. Os militares retornarão ao local hoje(04), por volta de 7h00.

Na noite deste sábado(02), os bombeiros haviam confirmado a terceira morte causada pela cabeça d’água. Na manhã de domingo(03), os militares informaram que apenas dois corpos foram localizados e identificados.

Eles foram encaminhados para o IML de Passos (MG). Elayla chagas Resende Corrêa de 24 anos e Helen Cristina Santos de Oliveira de 27 anos eram moradoras de Oliveira (MG).

A Marinha do Brasil divulgou uma nota na noite deste sábado(02), lamentando o ocorrido. Segundo a marinha, a inspeção naval da Delegacia Fluvial de Furnas se deslocou para o local do acidente. Eles orientaram as embarcações a se afastarem para uma área segura e recolheram os corpos de duas vítimas

O acidente aconteceu por volta de 14h00 de sábado. As imagens feitas pelo drone de um turista que estava no local mostram o momento em que a cabeça d´água atinge o complexo de cachoeiras e arrastam o que aparentemente seriam pessoas que estariam na água. Muitas conseguem sair correndo para as pedras. Outras imagens também mostram turistas ilhados sobre pedras no complexo de cachoeiras.

Assista o vídeo – Clique Aqui

Segundo o Corpo de Bombeiros, três pessoas foram arrastadas pela água. Pelo menos 19 pessoas foram atingidas pela cabeça d’água. Onze pessoas foram socorridas pelo helicóptero, sendo quatro crianças e quatro mulheres. Duas pessoas socorridas pelo Arcanjo tiveram fraturas nos membros inferiores. Já a equipe de solo resgatou cinco pessoas e retiraram os dois corpos.

Ainda de acordo com os bombeiros, o local onde aconteceu a cabeça d’água foi em um complexo de cachoeiras próximo aos Cânions.

G1 Sul de Minas

Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s