ILPIs: Inscrições para curso de educação financeira terminam dia 16 de dezembro

As inscrições no curso de educação financeira para gestores de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) vão até as 10h do dia 16 de dezembro. A capacitação é destinada a entidades que receberam o auxílio emergencial do Governo Federal.

“Nós queremos dar todo o suporte para que essas instituições façam o melhor uso possível dos recursos que receberam”, afirma o titular da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI), Antonio Costa.

Acesse o formulário de inscrição

A capacitação gratuita ocorrerá na modalidade de educação a distância, por meio de plataforma da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). A medida está em conformidade com o protocolo de intenções firmado no início de setembro deste ano. Leia mais.

Entre as propostas, a atividade visa fornecer o conhecimento e os subsídios necessários para uma administração financeira eficiente, eficaz e efetiva, de forma a proporcionar a melhor utilização do auxílio financeiro emergencial. Ao todo, o Governo Federal liberou R$ 160 mi para ILPIs sem fins lucrativos.

Pesquisa

Após o preenchimento e o envio do formulário de inscrição, os candidatos vão receber orientações sobre a data de início das atividades e o certificado que será emitido depois da conclusão do curso.

Ainda no momento do cadastro, os gestores precisam responder uma breve pesquisa a respeito da gestão dos recursos financeiros em suas instituições. As respostas vão contribuir para o desenvolvimento das ILPIs no Brasil.

Auxílio emergencial

O auxílio emergencial concedido às ILPIs é uma medida do Governo Federal para reforçar as políticas públicas voltadas aos idosos de todo o país durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A ação de repasse conta com o apoio da Fundação Banco do Brasil (FBB).

O pagamento do auxílio será realizado em parcela única, por meio eletrônico e à vista. Além disso, não será autorizada a realização de transferências entre contas, uso de cheques, saques em espécie ou pagamentos parcelados.

As instituições deverão realizar a prestação de contas dos recursos que poderão ser usados para adquirir equipamentos médico-hospitalares de livre comercialização; alimentos para o favorecimento da melhora da imunidade dos idosos atendidos; e produtos e materiais para limpeza e descontaminação dos ambientes.

ASCOM  MMFDH

Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s