Disque Denúncia – 181 completa 13 anos com quase 1 milhão de denúncias recebidas

Central anônima do Estado se consolida como uma das principais ferramentas para o combate à criminalidade

O 181 Disque Denúncia Unificado – conhecido como DDU – completa 13 anos nesta terça-feira (10/11) com balanço positivo de entregas à sociedade mineira. Foram mais de 9 milhões de chamadas recebidas e 960 mil denúncias apuradas por Polícia MilitarPolícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar. O serviço, coordenado pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), foi responsável por prender e apreender mais de 230 mil criminosos e pela retirada de circulação de R$ 34 milhões advindos do tráfico de drogas.

Os números não param por aí. Foram 25.859 armas, entre elas fuzis e metralhadoras, 284.092 munições, 44,7 toneladas de drogas, como crack e cocaína, e 22.024 veículos roubados ou furtados retirados das ruas; além de R$ 143 milhões em multas aplicadas e 60 mil animais apreendidos. Tudo isso com a ajuda do cidadão mineiro que relatou a atividade ilícita. A média é de 200 denúncias feitas diariamente pela população de forma anônima e sigilosa. 

Contribuição da sociedade

Para o superintendente de Integração e Planejamento Operacional da Sejusp, Leandro Almeida, a contribuição da sociedade é essencial para o bom desempenho do canal. “Completar 13 anos de serviços prestados ao povo mineiro é uma marca muito importante para nós. O DDU se consolida como um elo de confiança entre a população e as forças da Segurança Pública”.

Exemplo disso foi o estouro de um desmanche clandestino de veículos pesados, realizado pela Polícia Militar em Ouro Fino, no Sul de Minas, em 30/10. Tratores, retroescavadeiras, ferramentas agrícolas, maquinários e caminhões sem procedência foram apreendidos durante a ação. Alguns deles possuíam ainda queixas de roubo e furto. Uma criação de porcos em local de proteção ambiental e área desmatada também foi desmantelada pela polícia durante a ocorrência. A ação só foi possível por meio de uma denúncia anônima que chegou aos militares.

Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG

Ranking

Atividades ilícitas relacionadas ao tráfico de drogas lideram as denúncias feitas pela população. Durante os 13 anos de atuação do canal de denúncias, foram feitas mais de 575 mil denúncias do tipo, o que corresponde a cerca de 60% de todas as ocorrências efetuadas. 

Em seguida, estão as denúncias sobre atividades do Corpo de Bombeiros (demandas de vistorias e fiscalização de locais privados e/ou públicos, por exemplo), realização de jogos de azar e crimes ambientais, respectivamente. Informações sobre homicídios, maus tratos a animais, comércio ilegal, posse irregular de armas de fogo e munições, pessoas foragidas e procuradas, receptação e desmanche de carros, bem como pirataria, também entram na lista das principais chamadas efetuadas.

A capital mineira lidera as ligações com 25% do total. Em seguida estão os municípios de Juiz de Fora, Contagem, Uberlândia, Betim e Ribeirão das Neves.

O serviço

Com o slogan “O importante é o que você diz, não quem você é”, o DDU é um serviço gratuito, por meio do qual os cidadãos passam informações sobre crimes e sinistros, de forma anônima e sigilosa. O canal está disponível para os 853 municípios do Estado. Para denunciar, basta ligar para o número 181, que funciona como uma central de atendimento unificada formada por profissionais treinados e capacitados, que trabalham 24 horas para atender a população. 

Quando o telefone toca na central, o tempo médio de espera é de 20 segundos. Quem denuncia recebe uma senha para acompanhar o andamento das investigações. As informações repassadas aos atendentes são registradas e encaminhadas para analistas das Polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros, que verificam, classificam e incorporam à denúncia outras informações, quando já existentes em bancos de dados dessas instituições, para auxiliar na solução de cada caso. 

O 181 não oferece resposta imediata, já que existe um prazo de 90 dias para apurar e responder a denúncia apresentada. Quando o cidadão precisar de uma resposta mais rápida, como em casos de flagrante e urgência, por exemplo, deve entrar em contato direto com as corporações: Polícia Militar (190), Polícia Civil (197) e Corpo de Bombeiros Militar (193).

Ajude-nos a divulgar o DDU 181.

Fonte disponível para entrevistas. ascom@seguranca.mg.gov.br

Esse post foi publicado em Noticias de Minas Gerais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s