Polícia Militar prende homens suspeitos de latrocínio na zona rural de Pouso Alegre

A Polícia Militar prendeu, na madrugada de ontem(17), uma quadrilha suspeita de diversos roubos na região de Pouso Alegre.

Segundo a PM, os presos são suspeitos do crime de latrocínio ocorrido na semana passada (07/01), no bairro das Cabritas. Uma mulher de 59 anos foi encontrada morta dentro da própria casa, que estava toda revirada.

A prisão da quadrilha ocorreu no bairro Jatobá, após trabalho de investigação da PM, com o apoio da Polícia Civil. De acordo com a PM, dois suspeitos foram abordados e presos em um carro quando se preparavam para um novo roubo. Com os homens, foi encontrado um simulacro de arma de fogo e duas tocas ninja.

As equipes policiais estiveram na casa onde a quadrilha guardava os produtos dos roubos e furtos e mais um homem foi preso. Na residência, foram encontrados diversos materiais, incluindo fertilizantes e equipamentos agrícolas. Os insumos e maquinário estão avaliados em R$ 60 mil.

Latrocínio na zona rural

Na terça-feira (07), a senhora Jandira Ribeiro da Costa, de 59 anos, foi encontrada com as mãos amarradas para trás e já sem vida. Ela era viúva e morava sozinha no bairro das Cabritas, zona rural de Pouso Alegre, região do bairro Canta Galo. A casa da mulher estava todo revirada.

A perícia da Polícia Civil esteve no local e o corpo de Jandira foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Pouso Alegre. O laudo do IML apontou que a mulher tenha morrido de causas naturais. Ela teria sofrido um infarto por causa da ação dos criminosos.

TV Minas

Esse post foi publicado em Notícias Policiais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s