Governador entrega 107 veículos ao sistema prisional de Minas Gerais

Ambulâncias e viaturas-cela vão atender todas as 19 Regiões Integradas de Segurança Pública do estado em 103 diferentes cidades

O governador Romeu Zema entregou nesta quinta-feira (12/12), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, 107 veículos para o sistema prisional do Estado. São 68 viaturas-cela, adquiridas com recursos do Fundo Penitenciário Nacional, e 39 ambulâncias adquiridas com recursos do Fundo de Saúde Estadual. Serão atendidas todas as 19 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps) do Estado, sendo 107 unidades prisionais e 103 cidades distintas.

O objetivo é renovar a frota e melhorar as condições para a realização das escoltas judiciais, do trânsito de internos e dos atendimentos de saúde para a população custodiada nas unidades prisionais de Minas Gerais.

Em discurso, o governador ressaltou os resultados alcançados pela Segurança Pública em sua gestão e pontuou que a queda dos índices de criminalidade está ocorrendo mesmo com o orçamento estadual apertado. Neste ano, Minas Gerais registrou queda de 28,5% de crimes violentos. Todas as 11 infrações monitoradas pelo Observatório de Segurança Pública, entre janeiro e novembro, diminuíram, se comparadas ao mesmo período do ano passado. 

“2019 é o ano em que os índices de criminalidade são os menores desde que a atual metodologia foi introduzida. É uma redução expressiva em todos os indicadores, o que demonstra que é um trabalho bem feito e consistente”, afirmou. “Minas é um estado viável, com potencial, mas que foi mal gerido nos últimos anos. Estamos aqui para fazer uma gestão melhor, e os números da Segurança estão aí para mostrar isso. Ninguém teve mais recursos para que esses índices caíssem, pelo contrário. Estamos tendo é que reduzir gastos”, completou.

Fotos: Marco Evangelista / Imprensa MG

Romeu Zema citou, ainda, a situação financeira do Estado. “Minas continua em uma situação dificílima. A operação do nióbio da Codemig é um paliativo. Resolve os problemas por seis meses, mas o Estado continua igual. Estamos resolvendo temporariamente o problema, até que as reforma estruturais e o Regime de Recuperação Fiscal seja enviado e aprovado pelos deputados estaduais. Vamos aplicar em Minas uma nova previdência, como o governo federal está aplicando, fazer revisão de cargos e privatizar empresas”, concluiu.  

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, general Mario Araujo, destacou o empenho da gestão estadual em garantir melhores condições para os cerca de 75 mil presos no estado.

“A nossa missão é custodiar e ressocializar os presos, de forma a devolver essa população carcerária em melhores condições para o convívio social do que quando os recebemos. Esse é o compromisso diuturno do nosso sistema. É um investimento de R$ 14 milhões de um recurso alocado ao governo em 2019 e conseguimos concluir ainda este ano a aplicação no traslado e apoio de saúde dessa população carcerária”.

Também participaram da entrega o secretário de Estado de Governo, Bilac Pinto, o secretário-adjunto de Justiça e Segurança Pública, Gustavo Tostes; o deputado estadual Dalmo Ribeiro, além de representantes da Polícia Militar de Minas, do Corpo de Bombeiros Militar, da Defensoria Pública de Minas Gerais, entre outras autoridades.

Esse post foi publicado em Noticias de Minas Gerais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s