Força-tarefa cumpre 14 mandados em operação de combate à sonegação

Empresa do setor de roupas infantis acumula dívida de mais de R$ 9 milhões

Uma força-tarefa formada pela Secretaria de Fazenda, Ministério Público Estadual, Advocacia-Geral do Estado e Polícia Civil cumpriu, na manhã de terça-feira (30/4), 14 mandados de busca e apreensão em Belo Horizonte.

As ordens expedidas pela Justiça foram cumpridas durante mais uma operação de combate à sonegação fiscal e concorrência desleal desenvolvida pelo Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA).

Desta vez, o alvo da operação foi o grupo Baby, que atua no comércio de roupas infantis e tem lojas em vários shoppings da capital mineira. Segundo investigações, o grupo acumula uma dívida tributária de mais de R$ 9 milhões, decorrente do não pagamento do ICMS.

O levantamento feito pelo CIRA aponta ainda a existência de um esquema que usa ‘laranjas’ para a abertura de empresas de fachada para onde é transferido o faturamento das empresas inadimplentes.

Além disso, para proteger o patrimônio acumulado pelos verdadeiros sócios, foram criadas empresas de participação que receberam vários imóveis em operações simuladas de compra e venda. Os mandados de busca e apreensão incluíram as residências desses sócios.

A operação teve a participação de 35 servidores da Receita Estadual, três promotores de Justiça, três delegados e 29 agentes da Polícia Civil.

Anúncios
Esse post foi publicado em Noticias de Minas Gerais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s