Invasores negociam com prefeitura e deixam Câmara de Pouso Alegre

Prefeitura prometeu que até sexta-feira (15) dará resposta a reivindicações.
Para pressionar por desapropriação de um terreno, grupo ocupou Câmara.

A ocupação do prédio da Câmara Municipal de Pouso Alegre terminou no final da tarde de ontem(13) depois de um acordo entre as lideranças e a prefeitura. O grupo, que chegou a contar com cerca de 40 pessoas, quer que a prefeitura desaproprie uma área para a construção de casas populares e decidiu dormir na Câmara na noite terça-feira (12) como forma de exercer pressão. Em reunião, a administração municipal se comprometeu a analisar as reivindicações até sexta-feira (15).

Na terça, os invasores participaram da sessão ordinária da Câmara e protestaram contra a prefeitura. Segundo o grupo, a administração municipal assumiu com eles compromissos que não foram cumpridos.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa da prefeitura de Pouso Alegre informou que a administração está disposta a integrar os invasores aos programas habitacionais desde que eles atendam os critérios de vulnerabilidade social e não tenham recebido até o momento algum benefício na área de habitação.

Negociação
No dia 15 de julho, o mesmo grupo promoveu uma manifestação também durante uma reunião de rotina da Câmara de Vereadores. Devido a esse protesto, o prefeito Agnaldo Perugini recebeu em seu gabinete algumas lideranças no dia 16. Nesse encontro, segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, a administração prometeu fazer uma análise da situação social de cada família para encaminhá-las ao programa de aluguel social.

A assessoria também informou que a prefeitura está em busca de um terreno no Cidade Jardim que possa ser declarado como área de interesse social e, assim, comportar um novo conjunto habitacional. Segundo os representantes do grupo de ocupantes em reunião na prefeitura, quase 350 famílias precisam sair do aluguel.

A assessoria de imprensa ainda disse que a prefeitura marcaria uma reunião com os ocupantes de uma segunda área invadida no Cidade Jardim, localizada ao lado do posto de saúde do bairro e pertencente ao município. Nesse local, há 180 famílias que também cobram auxílio para saírem do aluguel. Os representantes desse segundo grupo também estiveram na Câmara Municipal de Pouso Alegre na noite desta terça-feira.Oferecimento Made In

Esse post foi publicado em Pouso Alegre. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s