Detentos de Itajubá reclamam de represália em presídio após ataques

Em carta para familiares, presos relatam maus-tratos e suspensão de visitas.
Suspeitos queimaram ônibus e atiraram em casas de agentes penitenciários.

downloadFamiliares de detentos do Presídio de Itajubá, denunciaram uma suposta represália aos presos após os ataques a ônibus e casas de agentes penitenciários há uma semana na cidade. Uma carta entregue aos parentes relata que os detentos estariam passando por maus-tratos e sendo punidos pelo ocorrido. Além disso, as visitas no fim de semana do dia 8 e 9 de março ao presídio foram suspensas.

Os presos escreveram uma carta onde relatam que ficaram sem energia e alimentação no final de semana. Além disso, as visitas no sábado (8) e domingo (9) foram canceladas e eles não puderam receber advogados. Outra reclamação é de que eles teriam sido expostos a jatos de água e ficaram sem o banho de sol. A carta foi assinada por vários detentos e entregue a familiares.

Algumas mulheres que são parentes dos detentos, e não quiseram se identificar, estavam revoltadas com os relatos em frente ao presídio. “As mães que levam produto de higiene todo fim de semana não puderam entrar para levar alguma coisa diferente para eles comerem. Eles estão passando fome, bebendo só água”, fala uma das mulheres. A outra reclama da represália. “Se não está acontecendo nada, por que eles não podem ver as mães? É um direito deles.”

O diretor do presídio, Rodnei Dantas, disse por telefone que realmente cortou a televisão dos detentos após os ataques e confirmou o cancelamento das visitas, mas negou as acusações de maus-tratos.
Já o delegado responsável pelas investigações dos ataques aos ônibus e agentes de segurança, Pedro Bezerra, disse também por telefone que não pode comentar o assunto, já que as investigações correm em sigilo.

A Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) informou que não há registros na Unidade Prisional de Itajubá de suspensão de alimentação, água e luz. Sobre a suspensão das visitas no último fim de semana, a Suapi disse que a medida foi tomada por segurança e que qualquer denúncia sobre desvios de conduta de servidores do estado podem ser feitas à Ouvidoria Geral do Estado pelo telefone 162.

oferecimento_debocacheia

Esse post foi publicado em Itajubá. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Detentos de Itajubá reclamam de represália em presídio após ataques

  1. Arnaldo disse:

    Deviam ter pensando antes de entrar para o mundo do crime. Se fossem bons, deveriam entrar para um mosteiro e teriam muita paz.. ja que não fizeram essa escolha, tem q levar um chá de cacetete todo dia de manhã mesmo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s