Guarda Municipal e enfermeira são baleados em Belo Horizonte

Trio foi visitar um paciente e ficou irritado ao saber que era autorizada a entrada de apenas um visitante por vez; guarda foi atingido ao sacar uma arma taser para conter a confusão

imageA Polícia Militar está à procura de três homens que tentaram matar um guarda municipal da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Primeiro de Maio, na região Norte de Belo Horizonte. Uma funcionária do local também ficou ferida. O caso aconteceu na madrugada da última segunda-feira (24).
De acordo com a corporação, os suspeitos chegaram à unidade dizendo que precisavam visitar uma pessoa que estava internada. No entanto, eles foram informados que não poderiam entrar juntos e que no local era autorizada a entrada de um visitante por vez.
Irritado por ter sido barrado, o trio começou a discutir com o porteiro. O guarda Leanderson Leonardo de Souza, de 32 anos, percebeu a confusão e, segundo testemunhas, ao sacar uma arma taser, que emite ondas de choque elétrico, foi surpreendido por um dos homens que começou a atirar.1506935_1424617074450193_792806680_n

A vítima foi atingida três vezes no braço, ombro e nádegas. Os criminosos ainda atiraram contra o peito da vítima, mas o projétil foi contido pelo colete à prova de balas. Carmen Maria Rangel dos Santos, de 53, que é enfermeira levou um tiro nas nádegas. Os feridos receberam os primeiros socorros na UPA e, em seguida, foram encaminhados ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

A assessoria de imprensa do hospital informou que Souza passou por uma cirurgia e em seguida foi encaminhado para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Já Carmem tem quadro de saúde estável e respira sem a ajuda de aparelhos.

Testemunhas reconheceram um dos atirados como sendo um homem identificado como Rafael e que tem o apelido de “Sinistro”. Ele já teria antecedentes criminais e não foi localizado.

A assessoria de imprensa da Guarda Municipal informou que as circunstâncias dos fatos estão sendo apuradas, a corporação lamenta o ocorrido e está prestando assistência ao profissional, que trabalha como guarda há seis anos.

Por meio de nota, a UPA Norte informou que a Polícia Militar manterá plantão presencial de policiais no local e outras providências em relação à segurança da unidade serão discutidas com representantes do  Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel), da polícia, da Guarda Municipal e funcionários da UPA.

Ameaças

Um dos médicos contou aos militares do 13º Batalhão que, mais cedo, alguns pacientes e acompanhantes ficaram revoltados ao saber que não teria ortopedista na unidade de atendimento. Dois homens chegaram a dizer que “estavam marcando ‘a cara’ dos médicos”.

Sindicato

O Sindicato dos Servidores Públicos de Belo Horizonte (Sindibel) informou que na manhã des segunda-feira (24) aconteceu uma reunião entre trabalhadores da UPA Norte e o Secretário Municipal de Saúde, Fabiano Pimenta. Também participaram da reunião representantes do sindicato, da Regional Norte, da Polícia Militar (PM), da Guarda Municipal e do controle social da Saúde.

No encontro foram discutidas formas para conter o aumento da violência nos centros de saúde e UPA’s da capital. Os trabalhadores querem a presença integral da PM nas unidades em áreas de risco e ações efetivas da prefeitura sobre a segurança pública.

O major Andrade, que representou a PM na reunião, informou que o policiamento será reforçado e um novo planejamento de segurança para o local será definido, porém, não garantiu a criação de um posto avançado da PM na UPA Norte.

O secretário de saúde se comprometeu a entregar uma nova UPA na região Norte até o final do primeiro semestre deste ano. Para o presidente do Sindibel, Israel Arimar, é necessária, no mínimo, uma política eficiente da PBH para conscientizar a comunidade destas áreas de risco com relação às funções dos equipamentos de saúde. “A situação requer uma presença mais intensiva do estado na garantia da prestação de serviços dos agentes públicos”, disse Israel.OFERECIEMENTO PAPÃO

Anúncios

Sobre Giácomo Costanti

Email: contato@valeindependente.com.br
Esse post foi publicado em Guarda Municipal. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s