Domingo em família!!!

Muito tempo juntos, mais ainda com muita energia a ser gasta.

Nada muito “pomposo”, apenas a família. Família mesmo, aquela que você sempre vê e sempre pode confiar. Aquela família que você conta tudo o que passa no seu dia, semana ou mês, dependendo do tanto que você consegue conversar com eles.
Agora, porque eu to falando tudo isso? Porque sinto que hoje em dia, os estão esquecendo o significado de família, e o que representa para a vida de individuo.
Não estou falando das pessoas que não tiveram a oportunidade de conhecer a família, que quando crianças tiveram que ir para um orfanato e ficaram por lá até serem adotadas ou completarem a maioridade. Estou falando das pessoas que tem isso de graça, e n!ao dão valor a isso.
Vejo isso em muitas pessoas que convivo e que reclamam da família. Eu não vou negar, eu também reclamo, mas eu não falo mal, não desejo a morte para eles, não faço nada que possa prejudicá-los num futuro próximo. 
Venho aqui lembrá-los do caso Richthofen, na qual Suzane Louise Von Richthofen junto com o seu namorado Daniel Cravinhos e de seu irmão, Cristian Cravinhos, mataram o casal pais da Suzane, a “golpes de pau”. E por que tudo isso?
Porque eles não aprovavam o namoro de Suzane com Daniel e não é por nada não, mas acho que eles tinham razão ao falar que ele não fazia bem pra ela.Essa semana tivemos um caso horrível onde um pai vinha violentando e abusando de sua filha nos últimos três anos.
Como todos nós podemos perceber, grande parte das pessoas perderam o amor. Crimes como estes, além de nos causar indignação, faz mais ainda termos a certeza desta afirmação que é título deste post: A falta de amor entre as pessoas. Se continuar deste jeito, imaginamos como será daqui a 05 ou até mesmo 10 anos. Esperamos que esta cena mude um dia, mas caso não aconteça, infelizmente, nossos filhos e netos viverão num país onde a falta de amor entre as pessoas predomina, o que nos causa tristeza e preocupação.
Seja na família, entre amigos, enfim, para todas as pessoas, muitas tem desconsiderado esta importante exortação do maior homem que já viveu aqui na Terra, Jesus Cristo, sobre “amar o teu próximo como a ti mesmo”.
Mas porque eu to falando tudo isso? Simplesmente para falar a seguinte frase: 

Os pais sempre sabem o porque estão nos aconselhando, querem sempre o nosso bem, mas cabe a nós errar, portanto não façam nada degenerativo a eles, pois eles sempre serão os seus melhores amigos.
As pessoas que tomaram um pouco de tempo para ler esta postagem, acredito que terão mais certeza nesta afirmação que fiz.

oferecimento papex

Sobre Giácomo Costanti

Email: contato@valeindependente.com.br
Esse post foi publicado em Editorial. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s