ESCLARECIMENTO – Via Crucis de Maria Aparecida Ribeiro Daniel

De 05/10/2011 a 02/12/2011

Cirurgia cardíaca e complicações no quadro clínico da paciente internada no Hospital das Clínicas Samuel Libânio em Pouso Alegre. Com o agravamento no quadro da paciente, ela volta a ser internada em 03/01/2012 ás 00:17h com infecção de ferida operatória + osteomielite de externo 62ºPO de toracotomia explorado + etc, etc.

29/03/2012 – Alta com “resalva” conforme Doc. 01.

O Hospital Antônio Moreira da Costa e os PSF’s de Santa Rita do Sapucaí não têm os medicamentos necessários. A família então começa sua Via Crucis atrás dos medicamentos. Falaram com a assistente social Cassiane, secretário de saúde Sr. Luis Antônio, o responsável pelo PAM Sr. Francisco, e a solução não vinha. A família indignada procura o Sr. Prefeito Paulo Cândido que os recebe juntamente com a procuradora do município advogada  Srª Carla e o Secretário de Saúde do município Sr. Luis Antônio.  Todos alegavam “FALTA DE VERBA PARA LIBERAÇÃO DOS RECURSOS NECESSÁRIOS PARA COMPRA DOS MEDICAMENTOS”. Os familiares desesperados procuram o Ministério Público, os medicamentos são caros para eles. Dr. Magistrado Romário defere o pedido da família determinando à Secretaria Municipal de Saúde a compra dos medicamentos.

30/03/2012 – Dona Maria começa a tomar seus medicamentos ás 07:30h, 15:30h e às 23:30h no Hospital Antônio Moreira da Costa em Santa Rita do Sapucaí conforme Doc. 02.

11/04/2012 – PASMEM,

A advogada do nosso município consegue no Tribunal, através de um Agravo de Instrumento, com pedido de tutela antecipada, suspender impiedosamente o medicamento da cidadã dessa comarca. Insta esclarecer a todos, que referido medicamento, já adquirido por nossa prefeitura, é tão especifico que só pode ser usado pela enferma Dona Maria. Doc. 03.

QUE DESTINO PRETENDIAM OU PRETENDEM DAR A ESTE MEDICAMENTO?

09/05/2012  – A família recebe ligação da secretaria de saúde informando a suspensão do medicamento de Dona Maria. Doc 04.

28/05/2012 – Dona Maria Aparecida recebe correspondência da secretaria de saúde do nosso município confirmando a interrupção de seu tratamento. Doc 04.

30/05/2012 Sr. Marcos Paulo Diretor Administrativo do Hospital Antônio Moreira da Costa comunica a família de Dona Maria Aparecida que foi “intimado” pela secretaria de saúde a devolver os medicamentos aquele órgão (Doc. Arquivado no processo).

30/05/2012Às 15:23h o Hospital Antônio Moreira da Costa devolve o medicamento á secretaria de saúde de Santa Rita do Sapucaí. Doc 05.

30/05/2012 – Às 17:20h a família faz boletim de ocorrência contra a secretaria de saúde por        “ suspender o tratamento”, colocando em risco a saúde e a própria vida de Dona Maria. Doc 06.

30/05/2012 Às 19:00h Drª Fernanda Icassati Corazza concede uma Medida Protetiva conforme prevê o estatuto do idoso. Com isso a secretaria de saúde às 22:30h na pessoa do Sr. Luiz Antônio devolve ao hospital Antônio Moreira da Costa os medicamentos comprados especificamente para Dona Maria Aparecida. Doc. 07.

 O que ocorreu foi uma verdadeira afronta à dignidade da pessoa humana, uma afronta a nossa Constituição Federal.

Felizmente ainda podemos contar com a competência, seriedade e humanidade desta Digna Juíza. Graças a sua sábia decisão, conseguimos, esperamos que não temporariamente, colocar um basta na arbitrariedade que açoita as classes menos favorecidas do nosso município. Parabéns Drª Fernanda, obrigado por nos emprestar toda sua sabedoria e humanidade.

Sobre Giácomo Costanti

Email: danieli@valeindependente.com.br
Esse post foi publicado em Cidade, Justiça, Notícias Policiais, Saúde. Bookmark o link permanente.

10 respostas para ESCLARECIMENTO – Via Crucis de Maria Aparecida Ribeiro Daniel

  1. Mari disse:

    Giácomo,
    Que vergonha isso tudo, heim?!Será que eles conseguem deitar a cabeça no travaesseiro e dormir em Paz?Quanta maldade!!!Isso se chama maldade!!!!

    Quero sugerir, abra um espaço com o nome de todos estes “profissionais” e pra quem eles trabalham pra não esquecer do nome de nenhum nas próximas eleições.

    Um abraço!

  2. Lúcio Costa disse:

    Bom dia Giácomo!!
    Olha, Conheco esta Juíza desde quando veio para Santa Rita…e nunca tive a menor dúvida da seriedade e humanidade desta. Sendo uma autoridade que faz o bem sem saber a quem…ao contrário de prefeito, vereadores, alguns funcionários públicos de nossa cidade, que se acham a última bolacha do pacote…Como nosso prefeito está no último ano e já não tem mais o que fazer para melhorar isto, espero de coração…. que o próximo prefeito mande embora este funcionário em questão para China, pois já faz muito tempo fazendo a mesma coisa na saúde que, perdeu a sensibilidade do que é o ser humano, principalmente para com os menos favorecidos, pois se fosse um rico…não pensaria duas vezes para ajudar!!

  3. Oswaldo disse:

    Revoltante…
    é a pura falta do que fazer.. por que com certeza há muita coisa melhor para se fazer do que prejudicar uma pessoa nestas condições, ou em qualquer outra.
    Pessoas assim não merecem ocupar cargos relacionados a saúde, alguns podem até citar, que é preciso ter pulso para evitar abusos, etc, etc, etc.. sim.. eu concordo.. mas antes é preciso ter sensibilidade com as mazelas das outras pessoas…
    Covardia… além de toda tristeza de estar vivendo este momento dificil, ainda tem que passar por esta humilhação vindo de pessoas que deveriam na verdade lutar para ajudar os que precisam…..

    LIXO DE PREFEITURA, LIXO DE SAÚDE, LIXO DE CIDADE…

  4. Cidadão Santaritense disse:

    Só gostaria de fazer uma pergunta: Será que esse cidadão (que eu nem conheço) esse tal de Luiz Antonio, consegue colocar a cabeça no travesseiro a noite e dormir em paz sabendo que poderia ter MATADO uma pessoa? Só isso….

  5. que abuso disse:

    Essa atitude não tem nem nome…
    Nunca vi tamanho absurdo!

  6. Júnior Camaleon disse:

    Não poderia deixar de expressar aqui o misto de indignação, sufoco, tristeza, alegria, sentimento de vitória e principalmente alívio de todos nós familiares… O título inteligentíssimo Via Crucis, retrata exatamente o que vínhamos passando nesses últimos meses. Mas o que seria de nós, se não existisse esse meio de comunicação? Onde pudemos gritar, para os quatro cantos da cidade, o que estava, ou esta acontecendo? Acho que minha sogra teria sido ceifada, pela podridão que assola o poder de nossa cidade. A falta de humanidade que deteriora os princípios básicos à vida, ESTÃO no poder DE ALGUNS dos nossos representantes políticos! Numa sociedade onde se mata por um par de tênis, o bandido ainda lucra, mesmo que com a mancha de sangue de uma vida, um par de tênis, e vocês? Ganham o que com isso? E o pior de tudo é saber que tais envolvidos, fazem parte de um seleto grupo que “tomam conta” de nossa integridade, seja ela na saúde, na segurança, na educação… E QUE CHEGARAM A TAIS POSTOS ATRAVÉS DO NOSSO VOTO DE CONFIANÇA!!!! Que isso sirva de ALERTA e de exemplo para toda sociedade, sociedade essa que já é tão sofrida, mas mesmo assim, acolheram o caso da aposentada Maria Aparecida Ribeiro Daniel, de uma forma ou outra. Deixo aqui meus agradecimentos à todos, que nos ajudou nessa VIA CRUCIS! Ao Jornal Vale Independente e seu criador Giácomo Costanti, a Dra Joyce da defensoria pública que desde o começo têm nos acolhido, ao Diretor do hospital Marcos Paulo, a Nery,Yara, advogados envolvidos, Dr. Magistrado Romário e Drª Fernanda Icassati Corazza, enfim… Nossa vida não teria o mesmo teor que hoje têm sem essas pessoas maravilhosas, que se doam, apenas pelo prazer de ajudar. Peço a Deus que recompense a cada um, por aquilo que fizeram. Abraços

  7. Maria José disse:

    Oi pessoal, gostaria de fazer um comentário sobre o absudo sofrimento da sra Maria Aparecida.
    Como todos, eu tb estou indignada com o ocorrido na saúde municipal. Mas tenho pena do Luiz Antônio. Conhecí bem ele na administração do Ronaldo. Sempre foi um rapaz dígno e sensível aos problemas dos pacientes que procuram o CAC. É bom lembrar que ele trabalhou com o Jefinho e com o Ronaldo, sempre com competência e honestidade. Agora como secretário, eu acho que ele está sendo usado como “boi de piranha” para preservar alguém!!! É esta a minha opinião.

  8. jorge disse:

    Dona Maria José, dando a minha opinião assim como a Sra. Está dando sua opinião; nada justifica, O secretário tem autoridade no cargo que exerce, isso é lei, sendo assim não é que esta sendo boi de piranha não, ele tem livre arbítrio em fazer o que é certo. Se não faz é porque não quer. Ninguém obriga ninguém a nada, isso é simplesmente medo de perder o cargo e ter que trabalhar como qualquer cidadão que sua a camisa para pagar as contas. Só lembrando que se algo pior acontecer com a paciente o mesmo responderá por qualquer ato errado ainda mais que tem uma juiza cumprindo a lei, aí que vai pegar mais ainda quero ver os bois como a sra. fala segurar os rigores da lei. Nada justifica. Todo cidadão tem livre arbitrio e dar desculpas ou tentar justificar um erro não ajuda em nada. Apenas atrasa o trabalho correto. Essa é minha opinião assim como a da Sra.

  9. Roselene dos S. Almeida Bernardes disse:

    a falta de carater do senhor prefeito , de advogada da prefeitura e dos demais e absurda. gostaria de saber se fosse ´´A MAE DE CADA UM DELES COMO SERIA ? E PORQUE NÃO GANHAM SALARIO MÍNIMO, NÃO PRECISAM DO SISTEMA SUS PARA SE TRATAREM, E
    TAMBÉM NÃO DEPENDEM DA SECRETARIA DE SAÚDE DE MUNICÍPIO. QUE VERGONHA!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s