Justiça autoriza aborto de menina de 11 anos vítima de estupro

Médicos do Hospital Escola de Itajubá se recusaram a fazer procedimento

<!–

A Justiça autorizou o aborto de uma menina de 11 anos que ficou grávida após ser estuprada, junto com suas duas irmãs, por um parente. Ela está internada no Hospital Escola de Itajubá, mas os médicos do estabelecimento se recusam a realizar o procedimento. O Juiz Selmo Silas já assinou documento pedindo a transferência da menina pra o Hospital Júlia Kubitschek, em Belo Horizonte, onde o aborto deve ser feito.

A menor grávida e as duas irmãs, uma de 13 anos e outra de 15, disseram ao Conselho Tutelar que tiveram relação sexual com um conhecido da família, que continuava a ameaçá-las. Um suspeito foi interrogado, mas solto por falta de provas.

Esse post foi publicado em Justiça, Notícias Policiais, Noticias de Minas Gerais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s