Guarda Municipal de Alfenas prende pichadores em flagrante

A Dupla que estava com tinta spray é suspeita de desenhar símbolos em vários pontos da cidade.

Pichações com símbolos semelhantes estão espalhadas por prédio públicos e particulares de Alfenas
(Fotos: Guarda Municipal)

Diferente do grafite que decorra algumas fachadas como arte ligada especialmente ao movimento hip hop, a pichação é crime cada vez mais associado ao desrespeito e depredação do patrimônio público e particular. A aparente diversão pode render ao acusado até um ano de cadeia, caso seja pego com a mão na massa (ou na lata de tinta).

Foi o que aconteceu com uma dupla que ‘decorava’ a cidade na madrugada de sábado, 19 de dezembro. W.P.M. e M.F.L. foram flagrados pela Guarda Municipal, por volta das 2h, pichando uma residência da Rua Coronel Pedro Corrêa. Pelas características dos desenhos e inscrições (uma coroa, a letra A num círculo e a palavra Ira 09), os dois se tornaram suspeitos pela poluição visual em diversos outros locais.

Horas antes os guardas municipais Fábio e Elvis localizaram escritas iguais num banco e na placa de reinauguração da Praça Pe. Afonso Van Graaf (próxima a APAE). Com a informação sobre os pichadores, em pouco tempo eles foram localizados e detidos em frente a uma locadora de DVD. Com a chegada da Polícia Militar os indivíduos passaram por busca que localizou duas latas de tinta preta spray, também apreendidas e levadas para a 19ª Delegacia Regional de Polícia Civil.

De acordo com comunicado da Guarda Municipal, o órgão recebe várias denúncias sobre as pichações e qualquer informação a respeito deste e outros crimes podem ser passadas pelos telefones 3698-2061 e 153 (Guarda Municipal), 190 (PM) e 199 (Defesa Civil). “Estamos empenhados em preservar o patrimônio público e demais locais da cidade. Portanto fica um alerta: pixação é crime punível com a legislação vigente e os sprays não pode ser vendido para menores de 18 anos. A Lei Federal 9605 de 1998 que estabelece penas que vão desde advertência até apreensão ou destruição dos produtos usados na infração e também suspensão parcial ou total das atividades do estabelecimento”, destaca o texto.

Já os pichadores, no caso de condenação, podem pegar até um anos de prisão, além de multa.

Esse post foi publicado em Geral, Justiça, Notícias Policiais, Noticias de Minas Gerais, Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s